Entrevista: Giu Hellsing Cosplay

Olá galerinha,faz tempo que não posto aqui,mas prometo que essa semana a programação voltara ao normal. Hoje teremos uma entrevista com a cosplayer Giu Hellsing 

Quando e qual foi o seu primeiro cosplay? E como foi a sensação de ir em um evento usando ele?

Comecei realmente a fazer cosplays em 2009, eu já havia feito um ou dois antes, mas não tinha me preparado para usar, e nem dado devida atenção como um cosplay exige. Então meu primeiro cosplay mesmo, foi a Seras Victoria de Hellsing! Nossa! Foi incrível!!!!!!!!!!!!!!! As pessoas reconheciam, adoraram a bazuca e vinham falar comigo sobre o anime, era demais! Me lembro que até desfilei com ele, apresentei, foi muito bom! Depois disso, não faltei mais em nenhum evento!
12187941_894993853919347_411434068771535558_n
O que lhe motivou a se tornar um cosplay?
Creio que é a “saída da realidade”, quando estou com o cosplay, esqueço meus problemas de trabalho, pessoais e afins. E então, ficar produzindo aquela peça, sabendo que depois de tudo pronto e bem feitinho eu irei usar, ficar feliz e ainda por cima várias pessoas poderão gostar, é muito gratificante! É uma sensação que não quero perder nunca!
 Qual o cosplay você mais gostou de fazer?
Eu tenho vááários cosplays que gostei de fazer, é praticamente impossível escolher um só. Gostei muito de fazer a armadura da Dark General (Rage of Bahamut),
em função das cores, do estilo da armadura e das peças serem muito diferentes umas das outras! Mas também adorei fazer a bazuca da Alisa (God Eater) e definitivamente, adorei usar a Capitã América, é um dos meus xodós!
12188893_896096787142387_3053910828997608820_n
Os seus cosplays, você mesmo que confecciona? Qual o cosplay que mais lhe deu trabalho e por quê?
Confecciono toda a parte dos acessórios, armaduras, detalhes, corte de perucas, lentes, estilização de sapatos, enfim, mas quem me ajuda demais com as costuras
é a Tai Cosmaker! Ela é uma amiga incrível e trabalhamos sempre em conjunto nos cosplays! O meu cosplay mais trabalhoso foi a Dark General, a armadura dela foi um desafio! Como tudo nela não tem um padrão de forma, foi bem difícil reproduzir cada peça, e as asas mais ainda!
Para você cosplay é um hobby, ou um trabalho ?
Pra mim, é um hobby, começou sendo um hobby, e mesmo eu tendo dedicado um tempo maior,  e até aceitado alguns trabalhos com cosplay, ele não é a minha profissão. Sou professora, formada em Artes Visuais!
12063584_892049817547084_6708088535738249029_n
O que sua família e amigos pensam sobre cosplay, e principalmente sobre você fazer cosplay?
Hoje em dia, eles entendem o que é, me ajudam e gostam do que eu faço, mas antigamente a minha família não gostava muito da ideia, do gasto com “fantasias” e isso gerou inúmeras brigas. E a maioria dos meus amigos são desse meio! Então tudo é muito divertido!
Acompanha o trabalho de outros cosplayers? Tem algum que leva como referência ou admiração?
Sim! Eu sigo muitas páginas pelo facebook e sempre digo que fico impressionada com a qualidade e dedicação dos cosplayers aqui do Brasil, se eu ficasse elencando, faltariam muitos!!! Mas parem um pouquinho e sigam as páginas das meninas: Karen Cosplay, Shermie Cosplay, Danielle Vedovelli e PIME – Tonikaku! Mas sem dúvida minhas cosplayers internacionais favoritas são a Kamui por causa das armaduras e a Yaya Han pelas roupas extremamente bem produzidas.
12108296_884961498255916_8314750035282080953_n
Qual dica daria pra quem quer começar a fazer cosplay ?
Não tenha vergonha de começar! É um hobby que está ficando bastante popular e muitas pessoas já conhecem! Faça o que você gosta, escolha um personagem que te traga felicidade e se dedique em todos os detalhes dele, fazem muita diferença! E talvez outra dica que considero MUITO importante: invista em fotos! Um ensaio bem preparado, com as poses e cenário do personagem, também faz muita diferença!
E a entrevista acaba por aqui pessoal,espero que vocês tenham curtido,comentem aqui o que acharam e até a próxima !!!!!!!!!!
                                                              Sigam a linda da Giu ❤
Siga o blog nas redes sociais:
Facebook| Twitter |Meu insta
Anúncios

Entrevista: Eduarda Pires Cosplayer

                    Olá galera, como havia dito antes quero expandir os assuntos aqui no FB,e já venho trazendo aos poucos assuntos relacionados ao    universo geek. Uma de minhas idéias para essa nova fase do blog,seria fazer algumas entrevistas,por tanto está será a primeira de muitas.                Hoje a entrevista é com a Gaúcha Eduarda Pires, que possuí apenas 16 anos mas é Bailarina, cosplayer, streamer, amante de halloween e do mundo de games.

Quando e qual foi o seu primeiro cosplay? E como foi a sensação de ir em um evento usando ele?

Meu primeiro cosplay foi da Miss Fortune Mafiosa, porém o primeiro que usei em evento foi da Red Card Katarina. Minha sensação foi de extremo nervosismo, hehehee. Mas foi porque era primeiro cosplay e eu só tinha em mente que eu tinha que interpretar a personagem do jeito que ela é e saber como lidar com tanta gente pedindo foto! haehauheaue

11111053_1629430537287035_6491108928212272199_n

O que lhe motivou a se tornar um cosplay?

O que me motivou mesmo MESMO foi meu namorado. Eu comecei a ver alguns cosplays e gostar e fui comentar com ele sobre isso e ele me deu a ideia de fazer e eu me encorajei e fui! 

 Qual o cosplay você mais gostou de fazer?

O que mais gostei (e usei) foi o da Kitty Kat Katarina.

10530718_1664804153749673_235689108261668321_n

Os seus cosplays, você mesmo que confecciona? Qual o cosplay que mais lhe deu trabalho e por quê?

Eu não sei muito sobre costura ou artesanato, alguma coisa eu até consigo fazer, mas a parte da costura e artesanato em geral eu sempre peço para alguns amigos que manjam.

Para você cosplay é um hobby, ou um trabalho ?

Pra mim é um hobby, sempre foi. Eu queria desenvolver algum trabalho sério com cosplay, porém é difícil, nunca fui chamada a um evento ou para algum trabalho, mas ter interesse eu tenho. Cosplay é um hobby extremamente caro, sabe? Você gasta muito pra não receber um tostão em troca. E eu não ligo da galera achar feio falar isso, EU, Eduarda, acho que todo trabalho merece seu reconhecimento. Cosplay é uma arte, então sim, merecia um reconhecimento mais sério.

11188458_1639058896324199_5933635443048539757_n

O que sua família e amigos pensam sobre cosplay, e principalmente sobre você fazer cosplay?

Meu pai não acompanha muito pois não moro com ele, porém minha mãe sempre me ajudou e me apoiou. Várias vezes ela que saía de casa pra comprar tecidos ou materiais pra mim. Eu fico chateada de saber que muitos pais não aprovam a decisão do filho e menosprezam. Cosplay é uma arte, você tem grandes experiências e aprendizados. 

Acompanha o trabalho de outros cosplayers? Tem algum que leva como referência ou admiração?

Acompanho muitos cosplayers. Prefiro não citar porque são taaaaaaantos e com certeza eu ia esquecer de alguém! Hhahaa. Mas admiro principalmente grandes cosplayers como a Jessica Nigri e a Jynx.

11038575_1645729655657123_1125012668485861118_n

Qual dica daria pra quem quer começar a fazer cosplay ?

Minha dica é: faça e use e abuse da criatividade, mas principalmente não ligue pro que vão dizer. Infelizmente o mundo cosplay é cheio de críticas e pessoas desprezíveis que vão tentar te derrubar ou dizer que tá ruim, que você tá feia, que a roupa tá mal feita, mas não ligue pra isso, faça pra você, pra sua diversão. 
Eai,gostou da entrevista Eduarda ? 
Gostei sim da entrevista, fiquei extremamente feliz com o convite. Obrigada pela oportunidade!
1517458_1627849767445112_8239799654560184955_n
E a entrevista acaba por aqui pessoal,espero que vocês tenham curtido,comentem aqui o que acharam e se eu devo continuar com as entrevistas.
Vou deixar aqui as redes sociais da Duda pra quem quiser segui-lá ❤
E sigam também o blog nas redes socias:
11787496_872760436126146_542565022_n