Batom Color Sensational da Maybelline – Por Victória Cortezi

OK EU ASSUMO NÃO ME MATEM, eu sumi e muito né 😦
Final de ano, terceirão acabando, vestibular, provas e ainda juntou que eu fiz vários ensaios( o que é otimo é claro rs) e isso vai edição e um tanto de coisa. Acabei de desligando do wordpress e toda essa coisa de blog, mas essa ano eu prometo estar aqui firme e forte para vocês. Sinto em informar que não uso mais meu blog aqui no wordpress, meu domínio venceu e para reativar era coisa de 18 dólares o que convertendo em reais ia ficar uma quantia alta, tudo bem que é anual mas isso pesa no bolsa da gente. Então preferi me migrar ( de volta) para o blogspot. Agora meu blog se chama http://www.blogdavic.com achei mais descontraído e minha cara,não vou apagar meu blog daqui por que tem um conteudo legal por la e eu vou adorar responder vocês e bater um papo. Mas vamos deixar de papo e deem uma olhada nesses batons maravilhosos que eu encontrei por ai.

 

Sabe aquela pessoa que tem todas as cores de batom e mesmo assim compra mais? Sim, sou eu !

Eu achei um máximo as embalagens dos novos batons da Maybelline, os Color Sensational. Eles possuem duas texturas : Cremoso e Matte.

Na ordem:204 -nem te conto,309-perigo a frente,311-sem compromisso e 205-xeque matte.

A embalagem por fora é toda de acrilico e por dentro ele é prateado.

 

Na maioria dos lugares eles não possuem provadores para você ver a cor e a textura do batom e você tem que ‘confiar’ no rotulo que para nossa sorte são bem fiéis à cor do batom.

Vamos começar pelos nudes.

 

O Xeque Matte que foi o primeiro que eu adquiri é o meu preferido, com uma cobertura Matte que não é tão seca igual a textura retro matte (Textura do Ruby Woo) da Mac, mas também não é aquele falso matte que no final acaba sendo cremoso,é um meio termo. Um nude com um fundinho rosado mas puxado para o marrom.Tem uma boa cobertura e dura bem.

 

 

O Nem te conto é um nude bem rosado e não é um dos meus preferidos. Ele tem uma cobertura boa e não dura muito nos lábios. É bem hidratante e sua cobertura é cremosa.

O Perigo a Frente é um vermelho bem vivo puxado para o cereja, tem um toque de rosa e fica bem chamativo.É o tipo de batom que eu gosto de usar de dia, por ser mais vibrante. Diz que a sua cobertura é Matte mas não fica sequinho e aparenta ser cremoso.

Com pouca semelhança do Perigo a frente, o Sem compromisso é um vermelho mais fechado e não tão vibrante, mesmo sendo cremoso e chamando a atenção ele ainda é uma boa opção para usar de dia.Diz que sua cobertura é matte mas ainda fica com uma aparência de cremoso.

Uma boa maneira que eu encontrei de usar ele e aparentar ser mais sequinho, foi tirando o excesso dele com um papel higiênico

 

Ele perde um pouco da cor mas deixa um pouco mais seco nos lábios.

 

Você pode comprar em qualquer perfumaria por uma média de R$20,00. Na loja da Sephora online vende e você pode clicar AQUI e dar uma olhada.

Valem o preço que se paga e é um bom batom para se guardar na bolsa. E ai, tem alguma cor preferida ?

Um beijo e até.

 

 

 

 

Resenha: Peça-me o que quiser – Megan Maxwell

Comecei uma nova trilogia na minha vida e confesso que estou amando mais que muita gente por ai. Peça-me o que quiser é um romance erótico espanhol (com algumas coisas bem típicas do local), que se passa em Madri com Judith que tem 25 anos e é uma mera secretária numa empresa muito bem colocada na região.
Título: Peça-me o que quiser
Autora: Megan Maxwell
Páginas: 398
Editora: SUMA de letras

Como eu já disse ali em cima a história se passa com Judith ou Jud, como preferir, e com Eric Zimmernann o grande chefão da empresa Müller na qual Jud trabalha. Sim, isso mesmo. O romance é entre os dois mas tudo começa sem ela saber quem ele é. Ainda estou no oitavo capítulo do primeiro livro mas como sabem, prefiro começar a história com vocês então vim dar essa maravilhosa #DicaDeLeitura.

Também comentei que o livro é erótico então leia apenas se gostar do tema, não é um Cinquenta Tons de Cinza mas é bem parecido (só não tem nenhum quarto vermelho da dor, muito menos contratos) e como sou apaixonada por 50 tons eu também estou amando esse livro, que foi indicação da minha linda amiga Maiara, do blog Beside the Books.

Vocês que já leram gostaram do livro? Deixem a opinião de vocês e para quem quiser terá PDF aqui em baixo do primeiro livro. Espero que gostem assim como eu e também se apaixonem por essa história de amor! Beijinhos e até quarta que vem ❤

Antes de terem o pdf do livro, que tal darem uma passadinha lá no meu blog? É só clicar aqui e se divertir com o BNE que está de cara nova!

PDF: PEÇA-ME O QUE QUISER – MEGAN MAXWELL

RESENHA: NÃO SE APEGA, NÃO – ISABELA FREITAS

Mais uma quarta-feira chegou toda linda para nós, então vamos ao que interessa e o post de hoje vai sim falar de um livro brasileiro do qual estou enfeitiçada e apaixonada. O livro Não se Apega, Não da linda Isabela Freitas. Confesso que não acreditava que o livro poderia ser tão bom (desculpe-me pelo julgamento), me surpreendi muito e para quem ainda não leu, vale super a pena.

No começo eu pensei que essa seria a história de vida dela, que tudo realmente teria acontecido com ela e no decorrer da história fui percebendo que por mais que a personagem seja ela com histórias realmente reais do dia a dia, não era realmente dela. Na história a Isabela começa pelo fim, e porque pelo fim? Para mostrar que para todo fim há um começo e que o fim tem de existir, caso contrário, nada seria tão bom assim. A vida tem começo, tem meio e tem que ter um fim, independentemente de como venha. A história se passa – quase – em torno do ponto final que Isabela resolveu dar em seu relacionamento com Gustavo (que só parecia ser o namorado perfeito, aliás, existem namoros perfeitos?), e parece um filme, o Filme de Isabela, uma história bem romântica, engraçada, triste e feliz, tudo na mesma página, na mesma história!

Não achei um livro cansativo – apesar de ter demorado um teco para ler – muito menos chato, amei conhecer Amanda, Pedro, Gustavo, Marina, Tiago e claro, a Isabela. Desde a primeira página me senti a protagonista da história e fiquei pensando em muitos momentos “qualé essa menina querendo roubar minha vida e colocar num livro todo vermelho?” e sei que muita gente pensou exatamente igual. As palavras dessa menina que na época em que escreveu Não se Apega, não tinha 22 anos é exatamente igual as palavras/ pensamentos de qualquer outra menina dessa faixa etária. Não vou prolongar muito na “resenha” porque quero que vocês vejam a melhor parte do livro (para mim) e que queiram ler também. Adios amores meus e até quarta-feira que vem! ❤

Sempre digo que todas as pessoas no mundo têm pelo menos três relacionamentos que marcam: o primeiro “amor”, que ficou lá na infância, aquele que um dia você achou impossível viver sem, mas que descobriu uns anos mais tarde ser nada mais nada menos do que paixonite de criança; o “amor” que machuca e destroça, aquele que nos deixa loucos, insanos, que nos faz passar por cima de nossos princípios, esquecer tudo aquilo que lemos e aprendemos, brigar com amigos, família, ultrapassar montanhas pessoais para, no fim, descobrirmos que estávamos lutando por uma causa infundada. Lutávamos sozinhos, enquanto a outra pessoa só fazia correr e se afastar. Esse falso amor nos ensina bastante e talvez seja um dos mais importantes na vida de todas as pessoas. Sabe aquele canalha que te fez sofrer e chorar abraçada ao seu travesseiro por noites seguidas? Ele foi o cara mais importante da sua vida. (…) Você deve estar se perguntando agora qual é o terceiro e último relacionamento que marca a vida de uma pessoa. Bem, é ele. Ele mesmo. Aquele que se esconde em detalhes, olhares e coisas pequenas. Aquele que escapole de nossas mãos como se evaporasse num piscar de olhos. Ele é a nossa busca infinita, objetivo e sonho. É o amor. Da forma mais pura que pode existir. Amor dado de coração e alma. Amor que não se pede de volta, amor que é entregue.

Por hoje é só, eu espero que tenham gostado da resenha de hoje, deem uma olhadinha no meu blog (se quiserem, claro) clicando aqui siga também nossa página no Facebook.

Resenha: Garota Exemplar

Garota Exemplar – Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, “Garota Exemplar” alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele? (via skoob)

O filme é baseado no livro de Gillian Flynn, e eu ainda não li assisti o filme porque ele estava passando no Telecine e fiquei curiosa pela história, mas me arrependi totalmente de não ter lido o livro primeiro. Bom, como viram, a história gira em torno do casamento de Amy e Nick Dunne, mas não é qualquer casinho de amor que se vê por ai. A história é muito complexa, o filme é bem fascinante e você fica naquela de “meu Deus, quem esta fazendo tudo isso?” “Será que o Nick matou ela?” “Ele é louco!!”, falei comigo mesma essas frases umas trilhões de vezes durante o filme.
  Já baixei o livro em pdf para ler e ficar por dentro e ver se o filme realmente condiz com aquilo que achei do filme (espero estar certa), e irei deixar ele disponível aqui caso se interessem pela leitura (também em pdf). O gênero do filme não é muito minha praia porque como sabem sou mais um romance maravilhoso do que suspense e/ou coisas desses tipo, mas esse filme/livro é um amor maior que eu.

Gente, para ser sincera fiquei tão apaixonada que já assisti duas vezes, desde sábado e irei assistir mais com o Gabriel (mandei ele assistir mesmo). Agora, falando sério, acho que me apaixonei pela história pelo fato de mexer com a mente, e como estou entrando para a faculdade de psicologia me identifiquei, fico analisando o porque da história, ou porque o personagem fez isso ou aquilo, como alguém consegue fazer certas coisas e etc. Eu super indico, principalmente para quem gosta desse assunto “mentes” como eu rs.

E se vocês já assistiram ou leram o livro deixem a opiniões de vocês aqui embaixo! Por hoje é só, eu espero que tenham gostado da resenha de hoje, dêem uma olhadinha no meu blog (se quiserem, claro) clicando aqui siga também nossa página no facebook, obrigada e até quarta que vem!

Garota exemplar – Gillian Flynn

Virou Filme

Primeiramente gostaria de me desculpar por não ter postado nada na última quarta-feira, as coisas ficaram um tanto quanto corridas para mim e não tive tempo de preparar nada de legal para vocês. Em compensação…. trouxe uma novidade maravilhosa que vocês vão amar, acompanhem.

Já ficaram sabendo da novidade? Está em todos os lugares de redes sociais que Vai que Cola um programa passado no Multishow virou filme e já tem seu primeiro trailer, a história vai contar um pouco de como o Valdo (Paulo Gustavo) foi parar na pensão da Dona Jô (Catarina). O filme vai lançar dia 1° de Outubro e acho que você não vai ficar fora dessa né? Assiste o trailer aqui embaixo:

Como vocês viram no vídeo a história começa contando o golpe que Valdomiro Lacerda levou do sócio e como ele foi parar no Méier (que para quem assiste as temporadas sabe que ele ama muito) e na pensão da Dona Jô com todo o elenco que contém também: Jéssica (Samantha Schmütz), Máicol (Emiliano d’Avila), Ferdinando (Marcus Majella), Seu Wilson (Fernando Caruso), Velna (Fiorella Mattheis) e Terezinha (Cacau Protásio).

Preparem as barrigas porque elas vão doer de tanto rir, com todo esse pessoal é impossível não ser engraçado. Para quem acompanha as temporadas outra “novidade”: A TERCEIRA TEMPORADA ESTÁ CHEGANDO! U-hu, eu adoro e já assisti praticamente todos da primeira, todos da segunda e vou assistir todos da terceira. A temporada vai contar com 40 episódios e também está previsto para outubro, então acompanhem e para quem não conhece (coisa que acho impossível) assistam que não vão se arrepender!
Por hoje é só, eu espero que tenham gostado da novidade de hoje, dêem uma olhadinha no meu blog (se quiserem, claro) clicando aqui e não se esqueçam do link sempre que precisarem www.laishmonteiro.com (super fácil não é?) siga também nossa página no facebook (rumo as 500 curtidas, vamos ajudar gente), Google+, twitter e instagram, obrigada e até quarta que vem!

assinatura nova

Guerra Civil – Stuart Moore

ADAPTADO DOS QUADRINHOS DE MARK MILLAR E STEVE McNIVEN

Editora: Novo Século
Páginas: 395
Ano: 2015

  Sinopse: “A ÉPICA HISTÓRIA QUE PROVOCA A SEPARAÇÃO DO UNIVERSO MARVEL! Homem de Ferro e Capitão América: dois membros essenciais para os Vingadores, a maior equipe de super-heróis do mundo. Quando uma trágica batalha deixa um buraco na cidade de Stamford, matando centenas de pessoas, o governo americano exige que todos os supr-heróis revelem sua identidade e registrem seus poderes. Para Tony Stark – O Homem de Ferro – é um passo lamentável, porém necessário, o que o leva a apoiar a lei. Para o Capitão América, é uma intolerável agressão à liberdade cívica. ASSIM COMEÇA A GUERRA CIVIL.”

Oi gennnnte, como vocês estão? Hoje vim falar sobre o maravilhoso mundo da Marvel, vamos viajar juntos porque sinceramente fiquei apaixonada por isso depois de começar a namorar o Gabriel, que é mil vezes mais fascinado. Eu ainda estou no terceiro capítulo do livro e caso não saibam, odeio fazer resenha depois de ler o livro porque sempre acabo contando alguma coisa e isso é imensamente chato não é? Mas, como meu namorado é um amor (porém não) ele me ajudou a falar um pouco sobre o livro.

Guerra Civil é um livro super adaptado dos quadrinhos, para que fique bem claro, e fala sobre o Homem de Ferro e o Capitão América como eu disse ali em cima, no decorrer da história também tem Homem-Aranha, Quarteto Fantástico, Demolidor e outros heróis da ficção. Tudo começa na batalha que ocorreu na cidade de Stamford entre os Novos Guerreiros e mais Quatro vilões que destruiu tudo e matou oitocentos e cinquenta e nove moradores.

Bem no começo do livro vocês descobrem que alguém morreu e simplesmente quis chorar quando descobri quem foi, meu preferido diga-se de passagem, e a partir da morte dele Tony Stark fica muito pensativo sobre os Vingadores que nada mais é do que a maior equipe de super-heróis. É uma história em quadrinhos sem desenhos, esse é meu último e único julgamento. Estou gostando da história por não ser cansativa, os capítulos são curtos e a capa do livro é maravilhosa. Eu estou aprovando e meu ajudante de hoje super aprova e recomenda.

Por hoje é só, eu espero que tenham gostado da nossa viagem para o mundo dos quadrinhos e dêem uma olhadinha no meu blog (se quiserem, claro) clicando aqui e não se esqueçam do link sempre que precisarem www.laishmonteiro.com (super fácil não é?) siga também nossa página no facebook (que já está com quase 400 curtidas), Google+, twitter e instagram, obrigada e até quarta que vem!

A HERDEIRA – KIERA CASS

Oi amores, está gostando dos post que venho fazendo aqui? Então que tal dar uma olhadinha no meu blog? Cliquem aqui. Beijinhos e boa leitura!

Hoje vou resenhar um pouco sobre o 4° livro da série A Seleção escrita pela maravilhosa da Kiera Cass, para quem não sabe me apaixonei por essa série desde quando comecei a ler, America e Maxon explodem amor sempre. Já instrui duas amigas a começarem a ler essa série e elas estão adorando também. Fiz resenha e resumão dos livros no meu blog, se quiserem ver os links estão aqui e aqui.

Como mencionei ali em cima, esse é o 4° livro e é contada por Eadlyn a futura rainha de Illéa que por apenas infinitos 7 minutos nasceu antes de seu irmão gêmeo Ahren. Eady sempre imaginou governar o país sozinha e que não precisaria de um marido até que Maxon (suspiros) diz que tem que haver uma nova Seleção para distrair o povo e ver se assim “amenizam” os ataques apesar das castas já não existirem mais. Com ode se esperar, a princesa fica furiosa com a ideia porém promete 03 meses ao pai e cria ideias mirabolantes para manda-los embora o quanto antes e contará com uma ajudinha extra de seu irmão mais novo Osten.

Eadlyn faz a abertura dos nomes ao vivo e dessa vez sem nenhuma artimanha nos selecionados. O último selecionado é Kile Woodwork filho do soldado Woodwork e Marlee (lembram dela? haha), ninguém acredita pois eles também moram no palácio e os dois não se gostam muito… bom, por enquanto.

O livro não é tão romântico quanto os 03 primeiros porém é lindo e apaixonante ao mesmo tempo, ainda não defini minha torcida do marido de Eady mas já tenho os meus favoritos, os principais na verdade. Cada um de um jeito diferente apesar de sentir que Eadlyn e Kile super tem que ficar juntos, o livro é perfeito assim como os outros. Kiera acertou mais uma vez.

Informações adicionais sobre o livro:
Nome: A Herdeira
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 387

Sinopse: O que vem depois do “felizes para sempre?”
Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, a filha mais velha do casal. Criada para ser uma líder forte e independente ela nunca quis viver um conto de fadas como o de seus pais. Por isso, antes de conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, a jovem está totalmente descrente. Mas, assim que a competição começa, a situação muda de figura, e Eadlyn percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto imaginava.

Espero que vocês tenham gostado e se interessado pela história assim como várias leitoras do meu blog já disseram que estão na listinha. Beijinhos pra vocês e até quarta que vem 🙂

assinatura nova