RESENHA: NÃO SE APEGA, NÃO – ISABELA FREITAS

Mais uma quarta-feira chegou toda linda para nós, então vamos ao que interessa e o post de hoje vai sim falar de um livro brasileiro do qual estou enfeitiçada e apaixonada. O livro Não se Apega, Não da linda Isabela Freitas. Confesso que não acreditava que o livro poderia ser tão bom (desculpe-me pelo julgamento), me surpreendi muito e para quem ainda não leu, vale super a pena.

No começo eu pensei que essa seria a história de vida dela, que tudo realmente teria acontecido com ela e no decorrer da história fui percebendo que por mais que a personagem seja ela com histórias realmente reais do dia a dia, não era realmente dela. Na história a Isabela começa pelo fim, e porque pelo fim? Para mostrar que para todo fim há um começo e que o fim tem de existir, caso contrário, nada seria tão bom assim. A vida tem começo, tem meio e tem que ter um fim, independentemente de como venha. A história se passa – quase – em torno do ponto final que Isabela resolveu dar em seu relacionamento com Gustavo (que só parecia ser o namorado perfeito, aliás, existem namoros perfeitos?), e parece um filme, o Filme de Isabela, uma história bem romântica, engraçada, triste e feliz, tudo na mesma página, na mesma história!

Não achei um livro cansativo – apesar de ter demorado um teco para ler – muito menos chato, amei conhecer Amanda, Pedro, Gustavo, Marina, Tiago e claro, a Isabela. Desde a primeira página me senti a protagonista da história e fiquei pensando em muitos momentos “qualé essa menina querendo roubar minha vida e colocar num livro todo vermelho?” e sei que muita gente pensou exatamente igual. As palavras dessa menina que na época em que escreveu Não se Apega, não tinha 22 anos é exatamente igual as palavras/ pensamentos de qualquer outra menina dessa faixa etária. Não vou prolongar muito na “resenha” porque quero que vocês vejam a melhor parte do livro (para mim) e que queiram ler também. Adios amores meus e até quarta-feira que vem! ❤

Sempre digo que todas as pessoas no mundo têm pelo menos três relacionamentos que marcam: o primeiro “amor”, que ficou lá na infância, aquele que um dia você achou impossível viver sem, mas que descobriu uns anos mais tarde ser nada mais nada menos do que paixonite de criança; o “amor” que machuca e destroça, aquele que nos deixa loucos, insanos, que nos faz passar por cima de nossos princípios, esquecer tudo aquilo que lemos e aprendemos, brigar com amigos, família, ultrapassar montanhas pessoais para, no fim, descobrirmos que estávamos lutando por uma causa infundada. Lutávamos sozinhos, enquanto a outra pessoa só fazia correr e se afastar. Esse falso amor nos ensina bastante e talvez seja um dos mais importantes na vida de todas as pessoas. Sabe aquele canalha que te fez sofrer e chorar abraçada ao seu travesseiro por noites seguidas? Ele foi o cara mais importante da sua vida. (…) Você deve estar se perguntando agora qual é o terceiro e último relacionamento que marca a vida de uma pessoa. Bem, é ele. Ele mesmo. Aquele que se esconde em detalhes, olhares e coisas pequenas. Aquele que escapole de nossas mãos como se evaporasse num piscar de olhos. Ele é a nossa busca infinita, objetivo e sonho. É o amor. Da forma mais pura que pode existir. Amor dado de coração e alma. Amor que não se pede de volta, amor que é entregue.

Por hoje é só, eu espero que tenham gostado da resenha de hoje, deem uma olhadinha no meu blog (se quiserem, claro) clicando aqui siga também nossa página no Facebook.

Anúncios

5 comentários sobre “RESENHA: NÃO SE APEGA, NÃO – ISABELA FREITAS

    • Realmente eu amei, mas antes de comprar fiquei muito na duvida, já gastei muito dinheiro comprando livros que eu não gostei, então hoje em dia eu pelo o primeiro capítulo e leio em pdf, se eu gostar eu compro. É uma dica que talvez sirva pra você, mas falando do livro não achei ele entediante não, achei muito bom de verdade, é descontraído e divertido, a Isabela tem uma escrita muito leve, creio que você vai gostar sim! Obrigada pelo comentário flor!

      • Vou seguir a sua dica,o mesmo problema já aconteceu comigo algumas vezes,comprar um livro e depois não gostar!Obrigada pela dica lindona!!Beijos!!

  1. Pingback: NÃO SE ILUDA, NÃO – ISABELA FREITAS | Borboletas no Estômago

Deixem um comentário sobre o que achou do post :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s